Blog

Filosofia?

Salvador Dali  O que há de belo na filosofia? Como captar essa beleza e como partilhá-la com os alunos? Como conciliar a beleza da filosofia com um programa muito padronizado e estruturado? São essas as questões que me coloco quando estou prestes a terminar mais um ano letivo. Gostaria de tentar responder de forma substantiva eContinuar lendo “Filosofia?”

Editorial

Editorial Vol.12, n.25, 2021  Pensando – Revista de Filosofia

Wittgenstein e o projeto tractatiano

O Tractatus Logico-Philosophicus de Wittgenstein é célebre por apresentar uma crítica da linguagem na qual pensar os limites da linguagem significa circunscrever os limites cognitivos. Pretende-se aqui deixar mais claro em que sentido, para Wittgenstein, a filosofia, limitando o pensável, limita o âmbito do discurso significativo. Para isso, almeja-se investigar as relações entre linguagem, pensamentoContinuar lendo “Wittgenstein e o projeto tractatiano”

Nietzsche e Gracián. A arte da dissimulação aforismática como experiência de afirmação da vida

A experiência de vida, caracterizada como uma maneira suave e enfraquecida para se afirmar as reivindicações do Cristianismo é a forma que Nietzsche apreende da leitura refinada, complicada e dissimulada da moral cristã feita pelo jesuíta Balthasar Gracián. A paradoxalidade desta avaliação se depreende da maneira pela qual este jesuíta usa a experiência de vidaContinuar lendo “Nietzsche e Gracián. A arte da dissimulação aforismática como experiência de afirmação da vida”

Gaston Bachelard e Imre Lakatos: Uma convergência epistemológica fundamentada na dinamicidade da história da ciência

Este artigo almeja apresentar uma discussão teórica referente a construção de uma convergência epistemológica entre as concepções em Ciência dos filósofos Gaston Bachelard e Imre Lakatos, e apontar algumas implicações da referida convergência epistemológica ao contexto da educação científica. Para tanto, foram identificados os seguintes elementos convergentes: a história da ciência como normativa para aContinuar lendo “Gaston Bachelard e Imre Lakatos: Uma convergência epistemológica fundamentada na dinamicidade da história da ciência”

O amor como revelador da vida em Ortega y Gasset

O raciovitalismo do filósofo espanhol Ortega y Gasset traz uma significativa contribuição ao contemporâneo, isto é, seu comprometimento com o fundamento mais radical da existência: a vida. A teoria raciovitalista aprofunda em seu percurso filosófico a concepção de um ser humano imerso em suas circunstâncias, lugar-base para a construção do ser gente, ser histórico, serContinuar lendo “O amor como revelador da vida em Ortega y Gasset”

Hannah arendt and Paul Ricoeur, dialogues on power and violence

El objetivo de este artículo es llevar a cabo una aproximación y establecer una relación entre Hannah Arendt y Paul Ricoeur con respecto al pensamiento político sobre el poder y la violencia. Se trata de mostrar su no contradicción, su complementariedad, incluso, se podría decir el enriquecimiento y la prolongación crítica llevada a cabo porContinuar lendo “Hannah arendt and Paul Ricoeur, dialogues on power and violence”

Carregando…

Ocorreu um erro. Atualize a página e/ou tente novamente.


Siga meu blog

Receba novos conteúdos na sua caixa de entrada.

Crie seu site com o WordPress.com
Comece agora
%d blogueiros gostam disto: