Crítica da Finalidade à Racionalidade Científica

A crítica da finalidade expõe os limites da racionalidade científica. Como produto desta, deseja-se interrogar as consequências do objetivismo em sua relação com o afastamento do mundo-da-vida (Lebenswelt). Teremos como ponto inicial uma crítica da razão científica a partir dos fundamentos anunciados por Edmund Husserl no que tange pensar uma fenomenologia da crise. Com efeito, o argumento fenomenológico buscará elementos de que o empreendimento da racionalidade teleológica moderna limitou a própria forma de pensar e fazer ciência e, portanto, conduzindo a humanidade a um abandono do mundo moral. Portanto, ao voltar-se para o horizonte vital do mundo-da-vida, se exige a necessidade da própria negação do objetivismo como uma atitude necessária para a renovação.

source https://periodicos.unb.br/index.php/fmc/article/view/30128

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie seu site com o WordPress.com
Comece agora
%d blogueiros gostam disto: